quinta-feira, 7 de abril de 2011

Começou hoje o Curso de Formação em Economia Solidária do IBASE


Projeto: Implementação de estratégia de formação em Economia Solidária

OFICINA REGIONAL SUL

PROGRAMAÇÃO

Dias 07 e 08 de ABRIL de 2011

DIA 1

MANHÃ – de 9:00 a 13:00 (intervalo de 11:00 a 11:15)

Público: 40 formadores (Grupo 1 + Grupo 2)

Objetivo / Conteúdo: a) Apresentação dos participantes. b) Visão geral sobre o projeto e a metodologia utilizada. c) Metodologia e programação. d) Conteúdo sobre: Redes e Cadeias, Fluxos, informações e relação com os princípios da Economia Solidária. (Cartilha 1)

Metodologia:

- Exposição dialogada o (a) facilitador (a) apresenta os temas estimulando os participantes a interagir, trazendo suas experiências e fazendo perguntas.

TARDE – de 14:30 a 18:00 (intervalo de 16:00 a 16:15)

Público: Grupo 1

Objetivo / Conteúdo: Levantar coletivamente as possibilidades metodológicas para trabalhar o conteúdo junto a empreendimentos da Economia Solidária

Metodologia:

- Trabalho em grupo. Divididos em 3 ou 4 grupos, os participantes deverão escolher uma experiência que um conheça bem. Esta pessoa deverá descrever a experiência. A partir daí o grupo deverá realizar a sugestão de atividade nº 6 sobre "Fluxos" apresentada na Cartilha 1.

- Em plenária os grupos apresentam ao conjunto dos participantes o mapa produzido e um painel onde estarão listados os desafios de aplicação dos 4 princípios da economia solidária: cooperação, conhecimento livre, autogestão e circulação sem concentração.

- Roda de conversa. Depois das apresentações dos grupos o facilitador fomenta a discussão sobre as principais potencialidades e dificuldades da metodologia vivenciada no primeiro dia da oficina, visando a sua aplicação pelos formadores. Construção de um painel.

Público: Grupo 2

Objetivo: a) Familiarização do público com o sistema CIRANDAS, nas suas várias funcionalidades, tanto de usuário como de comunidade e especialmente de empreendimentos solidários. b) Familiarização do público com a natureza, finalidades e perspectivas do CIRANDAS.

Metodologia:

- Exercícios práticos e desafios na frente do computador. Em pares, seguindo um roteiro.

- Roda de conversa. No final do dia, avaliação das atividades realizadas e levantamento sobre possíveis dúvidas a respeito do Cirandas

DIA 2

MANHÃ – de 9:00 a 13:00 (intervalo de 11:00 a 11:15)

Público: Grupo 1

Objetivo / Conteúdo: Apresentar as Cartilhas e o vídeo e levantar as possibilidades e limites para sua utilização na formação junto a empreendimentos.

Metodologia:

- Apresentação e discussão do vídeo “Fluxos: Fiação de olhares”: com provocação da discussão a partir dos ganchos possíveis entre as imagens e falas e os conteúdos de redes e fluxos.

- Exposição. O (a) facilitador (a) apresentará brevemente os seis casos que são apresentados nas cartilhas 2, 3 e 4.

- Trabalho em grupo. Os participantes serão divididos em 3 grupos, cada um trabalhará com uma das Cartilhas (2, 3 ou 4). Haverá uma hora para leitura individual das cartilhas. Depois, em grupo, os participantes deverão realizar exercícios selecionados presentes nas respectivas cartilhas. Os exercícios selecionados deverão gerar produtos visuais.

Público: Grupo 2

Objetivo / Conteúdo: Apresentação e apropriação da metodologia de formação do Cirandas junto a formadores, a partir de módulos de ensino.

Metodologia:

- Trabalho em grupos. Será apresentado um modelo de plano de aula de formação a empreendimentos solidários no uso do CIRANDAS, em módulos. O público se dividirá então em 3 grupos, sendo que cada grupo desenvolve detalhamento da aplicação de 1 ou 2 módulos, e apresenta aos demais grupos, em rodízio (grupos se alternando).

TARDE – de 14:30 a 18:00 (intervalo de 16:00 a 16:15)

Público: Grupo 1

Objetivo / Conteúdo: a) Continuação das atividades da manhã. b) Construção de propostas de formação para os estados. c) Avaliação do trabalho.

Metodologia:

- Apresentação e socialização dos resultados dos trabalhos de grupos feitos pela manhã.

- Trabalho em grupo. Os participantes deverão se reunir em grupos, por estado ou região e formular propostas para aplicação da metodologia em atividade de formação nos seus estados / regiões de atuação. Construção do painel “O quê? | Quando? | Onde? | Com quem? / Parcerias”

- Roda de conversa sobre a metodologia vivenciada na Oficina sobre redes e cadeias, refletindo sua aplicação nas diversas regiões brasileiras.

- Avaliação coletiva sobre a Oficina

Público: Grupo 2

Objetivo: a) Elaboração de estratégias de aplicação da formação (cada formador em sua localidade de atuação). b) Inserção de informações a respeito dos pontos de apoio cirandas qualificados na comunidade “Cirandeiros e Cirandeiras do Cirandas”. d) Avaliação final;

Metodologia:

- Trabalho individual. Cada formador será orientado para preparar seu plano de ação para poder aplicar a metodologia de formação junto a empreendimentos de economia solidária da sua região.

- Trabalho em grupos. Os formadores do mesmo estado vão compartilhar suas propostas e acertar parcerias e articulações possíveis entre suas atividades.

- Apresentação e debate das propostas com todo o grupo. Cada estado vai apresentar o conjunto agregado de planos de formação em seu estado, fazendo ajustes de acordo com o debate em plenária.

- Trabalho em dupla, nos computadores. Cada dupla vai inserir os planos e informações de cada formador enquanto “Ponto de Apoio Cirandas” dentro da comunidade Cirandeiros e Cirandeiras, no CIRANDAS.

- Roda de conversa. Será realizada uma avaliação final da atividade

Foto: Carlos Alves